Tel: 016 39415110 | E-mail: grupar-rp@hotmail.com

Estaremos de volta em breve

Estamos trabalhando para trazer um melhor conteúdo


dias

horas

minutos

segundos

Receba novidades via e-mail

Sign up e seja o primeiro a receber novidades:

Copyright © Grupo de Pacientes Reumáticos de Ribeirão Preto e Região | Powered by Blogger
Distributed By Free Blogger Templates | Design by AZMIND | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Escoliose


O termo escoliose significa classicamente um desvio da coluna vertebral para os lados. É popularmente chamada de coluna “torta”. Hoje sabe-se que esse desvio não é apenas para os lados, mas é tridimensional , ou seja, a coluna desvia-se nos três planos do espaço ( para os lados, para frente/trás e em volta do eu próprio eixo).
É um verdadeira torção da coluna.
TODO DESVIO NA COLUNA É ESCOLIOSE?
Não. Um desvio lateral mínimo, causado, por exemplo, por maus hábitos posturais, deve ser caracterizado por uma atitude escoliótica. Essa alteração é reduzida totalmente com testes de flexibilidade volta à posição normal, o que não acontece na escoliose. Suas causas que variam de um mau hábito postural a um desequilíbrio momentâneo de crescimento de membros inferiores, por exemplo.
A CAUSA DA ESCOLIOSE
Na maioria dos casos de escoliose nenhuma causa é encontrada. Em 70% dos casos não há causa definida chamada então de idiopática. Acredita-se que haja um fato genético associado pois ele aparece com maior freqüência em familiares (cerca de 40%). A maioria dos casos ocorre em mulheres.
Existem algumas escolioses com causa definida, como, por exemplo, na paralisia cerebral, poliomielite, distrofia musculares, síndromes genéticas específicas (Marfan, Ehlers-Danlos, etc).
ELA APARECE EM QUE IDADE?
Pode aparecer em qualquer idade. Na verdade nós já podemos nascer com ela (defeito congênito) ou adquirimos durante o crescimento. Na maioria das vezes é uma doença de crescimentos. É durante estirões que temos maiores possibilidades de que ela apareça e, por isso, devemos redobrar nossas atenções nestes períodos.
Há escolioses do recém-nascido (que aparecem no primeiro ano de vida), infantis (aparecem até 3 anos), juvenis (de 4 anos até a adolescência), do adolescente e as escolioses do adulto e do idoso, que surgem após a maturação do esqueleto. 
COMO SABER SE TENHO ESCOLIOSE?
Sempre que houver dúvida procure um médico. Os mais familiarizados com essa doença são o ortopedista, o pediatra e o reumatologista.
Um teste simples, chamado teste de Adam, que pode ser feito, e consiste em colocar a criança em pé, com os braços ao longo do corpo. Pede-se á criança para inclinar o corpo para frente e verificar se há gibosidades (um lado mais alto que o outro no tronco). Outros sinais como, um ombro mais alto que o outro, um lado do bumbum mais elevado ou mais para frente, uma calça comprida que parece nuca Ter o mesmo comprimento nas duas pernas, podem significar que a coluna pode não estar reta.
 QUAL O TRATAMENTO DA ESCOLIOSE?
O tratamento consiste me 3 modalidades: fisioterapia, uso de coletes e cirurgia. Cada um destes dependa da gravidade do caso. Sabemos que quanto antes é feito o diagnóstico, melhor serão os resultados do tratamento. Daí a importância do reconhecimento precoce da doença.
A época ideal de tratamento estende-se durante os anos de crescimento. Enquanto a criança crescer há possibilidades de tratá-la. Sendo a fisioterapia e o uso de coletes essencial nessa época.
Se você é adulto e tem escoliose, é fundamental que você procure um especialista, pelo menos 1 vez no ano, para acompanhamento. Estima-se que a escoliose nos adultos progrida ½ grau por ano, o no final que alguns anos pode trazer anormalidade e dor.
A indicação cirúrgica vai depender da quantidade de graus de desvio e da resposta ao tratamento da fisioterapia e colete.



Nenhum comentário:

Medicamentos Biológicos, agora Planos de Saúde Paga!

O GRUPAR-RP - Grupo de Apoio ao Paciente Reumático de Ribeirão Preto é uma entidade sem fins lucrativos, fundada por pessoas portadoras dos mais diversos tipos de doenças reumáticas e apoiada por médicos reumatologistas da cidade e das faculdades de medicina de Ribeirão Preto.

O Grupar-RP tem por núcleo o Grupo EncontrAR e juntos realizam o Projeto Blogueiros da Saúde.

Qualquer publicação neste blog, trará no rodape do post a fonte, com Link para o artigo ou reportagem original.

Total de visualizações de página


Nosso sempre presidente Sr José Marcos e a queridíssima enfermeira Dirce

Popular no Blog

Expediente

Expediente

Blogroll

Labels

About

Link List

Blogger templates

Blogger news

Banner

Banner

Banner

Banner

Banner

Voce conhece alguém com alguma doença Reumática.

Banner

Grupo de Apoio ao Paciente Reumático de Ribeirão Preto e Região. Tecnologia do Blogger.

Newsletter Sign up

Seguidores