Tel: 016 39415110 | E-mail: grupar-rp@hotmail.com

Estaremos de volta em breve

Estamos trabalhando para trazer um melhor conteúdo


dias

horas

minutos

segundos

Receba novidades via e-mail

Sign up e seja o primeiro a receber novidades:

Copyright © Grupo de Pacientes Reumáticos de Ribeirão Preto e Região | Powered by Blogger
Distributed By Free Blogger Templates | Design by AZMIND | Blogger Theme by NewBloggerThemes.com

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Relatório do “Fórum das Artrites”.


       
      Relatório  do “Fórum das Artrites”.
Aconteceu na câmara dos deputados em Brasília  neste 06/04/2011 no auditório “Freitas Nobre”,  o Fórum das Artrites. Iniciando os trabalhos o Dep Geraldo Thadeu, falou da importância deste debate para a comunidade, a Dra Maria Inês Gardella, discursou sobre a Atualização dos protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas da Artrite Reumatóide.
·       Dra Inês contou como são feitas as avaliações dos protocolos para a inclusão de medicamentos na lista SUS, e também falou sobre como vamos fazer a prevenção da Atrogenia (medicamentos + tecnologia + prevenção quartagenária + fator de risco). Uma geração vai ter que pagar a conta. Risco x benefício x bem estar hoje?
Dra Inês colocou a seriedade e a isenção da aprovação dos protocolos, pois para garantir a isenção máxima da inclusão de novas tecnologias, e para garantir a independência e segurança de interesses, protocolar significa estabelecer critérios parâmetros com base em evidencias que garantam a segurança e efetividade e a reprodutibilidade do que se protocola.
Protocolar não significa disponibilizar o que existe e está disponível, mas o que se assume como dever prioritário de disponibilizar.
O uso OFF Label ( fora de Bula), que é um uso já consagrado na pratica diária pelos médicos, a falta de alternativa terapêutica, a segurança biológica, o interesse público, tudo é avaliado no processo.
Curiosidades: A maioria dos medicamentos de uso clássico não tem evidencia cientifica disponíveis.
Dra Inês ressaltou sua imparcialidade, dizendo que a ANAPAR está fazendo pressão para que alguns medicamentos entrem, e que não tem prazo para que isso ocorra pois existe todo um caminho para que isso aconteça. A Dra também disse que há muitos interesses em jogo, os Laboratórios os médicos e os pacientes, que na maioria dos casos não sabem o que é este medicamento e o que no futuro isso poderá causar na sua saúde.
·         Dr Luis Piva (Médico reumatologista), falou sobre os mais de 100 tipos de doenças reumáticas.
Estima-se cerca de 600mil a um milhão de pacientes Reumatóides no Brasil.
Cerca de 0,5 a 1% da população brasileira tem uma forma de Artrite.
As doenças reumáticas constituem a terceira causa de aposentadoria, estima-se cerca de 50% dos pacientes graves interrompem as atividades laborais em 5 anos do início da doença, os cuidados familiar- proporção de 1:1 paciente reumático incapacitado.
No BRASIL, OS MEDICAMENTOS CUSTAM EM MÉDIA 2 X O PREÇO DA Suécia e 3x o preço índice mundial de preços.( fonte Professor  João Biehl - Princeton EUA).
A portaria GM/MS Nº 2.981/2009. (estratégia de acesso a medicamentos no âmbito SUS), busca a garantia na integridade do tratamento ambulatorial definidas em protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas – PCDT/MS.
 Protocolos Clínicos e diretrizes terapêuticas MS, tem como objetivo estabelecer critérios claros de diagnósticos, algoritmo de tratamento das doenças com respectivas doses adequadas e monitoramento em relação á efetividade do tratamento  e supervisão de efeitos colaterais.
A atualização dos protocolos MS.
A portaria  SCTIE nº 66 datada  de 06 de novembro de 2006 - a última atualização do protocolo de artrite reumatóide -, beneficia somente uma classe terapêutica.
A falta da atualização dos protocolos resulta no aumento crescente da judicialização a nível nacional (aumento, custo das secretarias de saúde estaduais e municipais).
Falta de acesso às novas terapêuticas aprovadas pela ANVISA.
Falta de opção de prescrição na falha terapêutica ou efeito colateral.
Benefícios terapêuticos das novas tecnologias: Diminuição e controle da dor e rigidez matinal.
Redução ou prevenção de lesão articular, manutenção capacidade laborativa.
Prevenção da osteoporose e complicações cardiovasculares.
A melhora na qualidade de vida.
Os malefícios da falta de atualização dos protocolos: a Incapacidade funcional e deformidades ósseas irreversíveis, a incapacidade laboral,  aposentadorias precoces, a não comercialização de novos medicamentos no Brasil ex Certolizumabe e Desonumabe.
 
  • Propostas da ANAPAR (associação nacional de pacientes reumáticos).
Revisão dos protocolos com a periodicidade máxima bianual.
Implementação da Política Nacional de Atenção à Pessoa Portadora de Doenças Reumáticas PNAPPDOR (processo MS/SIPAR nº 25000.203130/2007-16.
Campanhas esclarecimentos públicos sobre enfermidades reumáticas.
Cursos de capacitação para médicos de família para diagnóstico e tratamento das doenças reumáticas.
Dr Piva também relatou que em Brasília funciona o primeiro Centro de Infusão de Medicamentos onde o paciente pode deixar o seu medicamento biológico, não correndo o risco de acondicioná-lo incorretamente levando à perda do mesmo. ”É necessária a criação de locais públicos de infusão”.
Também colocou que a Fiocruz vai começar a produção do medicamento “Micofenolato de Mufetil”.
      

·         Dr José Miguel do Nascimento (diretor do Departamento Farmacêutico do Ministério da Saúde), falou sobre componentes especializados e da assistência farmacêutica “a busca da integralidade do tratamento medicamentoso” conceito (portaria GM/MS Nº 2981 de 26/11/2010).
O medicamento é apenas um item. Junto a isso vem um grupo de serviços necessário para o tratamento do paciente.
Existe uma classificação dos medicamentos em três grupos: o primeiro grupo é o dos medicamentos que são responsabilidade da União; o segundo grupo é de responsabilidade dos Estados e da União; e o terceiro grupo é de responsabilidade dos Municípios e da União.
Parceria público privadas, portaria GM/MS Nº 978 de 16/05/2008, atualização GM/MS Nº 1284 de 26/05/2010, define listas de medicamentos.
( Adriano Felix (Gruparj) afirmou preferir viver dez anos a menos com qualidade de vida do que dez anos a mais com dor. A tecnologia existe, o governo tem como comprar e é seu direito como cidadão obter mesmo que tenha que recorrer ao judiciário para obter).
O Dep Geraldo Thadeu disse que também fez uso de ação judicial para conseguir seu medicamento, pois tinha hepatite, e com isso conseguiu a cura.
Ninguém faz apologia a judicialização, mas a demora na aprovação dos protocolos e da sua atualização faz com que isso ocorra com maior freqüência, cabe o governo fazer a sua parte, pois o paciente quer somente recuperar sua qualidade de vida.
A presidente da Anapar, colocou que apenas está defendendo os interesses dos seus associados, ou seja, os grupos de pacientes reumáticos de todos os estados da federação, e que a demora na atualização dos protocolos é uma das reivindicações mas não se esquecendo da PNAPPDOR ( Política Nacional de Atenção à Pessoa Portadora de Doenças Reumáticas), pois o medicamento é apenas um item no tratamento do paciente reumático.
     




Nenhum comentário:

Medicamentos Biológicos, agora Planos de Saúde Paga!

O GRUPAR-RP - Grupo de Apoio ao Paciente Reumático de Ribeirão Preto é uma entidade sem fins lucrativos, fundada por pessoas portadoras dos mais diversos tipos de doenças reumáticas e apoiada por médicos reumatologistas da cidade e das faculdades de medicina de Ribeirão Preto.

O Grupar-RP tem por núcleo o Grupo EncontrAR e juntos realizam o Projeto Blogueiros da Saúde.

Qualquer publicação neste blog, trará no rodape do post a fonte, com Link para o artigo ou reportagem original.

Total de visualizações de página


Nosso sempre presidente Sr José Marcos e a queridíssima enfermeira Dirce

Popular no Blog

Expediente

Expediente

Blogroll

Labels

About

Link List

Blogger templates

Blogger news

Banner

Banner

Banner

Banner

Banner

Voce conhece alguém com alguma doença Reumática.

Banner

Grupo de Apoio ao Paciente Reumático de Ribeirão Preto e Região. Tecnologia do Blogger.

Newsletter Sign up

Seguidores